mar
06
Postado em 06-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 06-03-2009 19:13

Não deve ter sido das mais agradáveis as primeiras sensações da ministra-chefe da Casa Civil do governo federal, Dilma Rousseff, ao desembarcar hoje no aeroporto de Salvador, para cumprir uma agenda esticada para todo lado, mas que prioriza atividades relacionadas com o PAC e uma palestra relacionada com as comemorações antecipadas do Dia Internacional da Mulher.

Não tanto pelas disputas de atenção da preferida do presidente Lula, para a sua sucessão em 2010, por aliados locais divididos, mas pelo próprio desconforto causado pelo ar poluído e cheiro carregado de amônia, que se respira hoje em Salvador, desde as primeiras horas da manhã, em razão da quebra dos filtros da fábrica da empresa Bahia Pulp Celulose. Os gazes se espalharam largamente a alcançaram a capital, adensando a nuvem de névoa responsável pela preocupante e desagradável sensação de sufoco em muitas pessoas .

O primeiro a dar o grito de alerta para a situação, no noticiário da Rádio Metrópole, foi o apresentador Mario Kertesz, que mobilizou a sua equipe para descobrir e informar sobre o que efetivamente acontecia. Antes, as primeiras informações, com base na opinião de técnicos em meteorologia, era a de que a névoa não passava de um fenômeno relacionado com “inversão térmica”. Que inversão que nada. Logo a diretora do CRA, Beth Wagner, ligava para a Metrópole e, em conversa com Kertesz, confirmou o acidente durante a madrugada de quinta-feira na fábrica de Camaçari, mas que permanecia em sigilo. Beth falou irritada sobre a despreocupação da empresa com a população. “Se os filtros quebraram, pára a fábrica”, disse, em crítica á empresa que seguiu operando normalmente.

Beth prometeu apuração completa do caso e que os resultados – e as punições devidas -serão comunicados à população. A conferir.

Por Vitor Hugo Soares

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031