mar
05
Postado em 05-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 05-03-2009 19:24

 

Enquanto anuncia a demissão em massa de quatro mil e duzentos trabalhadores (4 mil e 200) de sua fábrica de aviões em São José dos Campos (SP) – e joga a culpa na crise econômica mundial – a Embraer está sendo embalada por fados bem mais promissores na cidade de Évora, no sul de Portugal. O governo português, através do ministro da Economia, Manuel Pinho, confirmou esta semana que o investimento da empresa brasileira em terras lusitanas está “absolutamente seguro”.

 

Nada mal, pois esses investimentos estão avaliados em 170 milhões de euros, o equivalente a R$ 426,1 milhões, e projeta a criação de 570 postos de trabalhos. “Ainda esta semana o presidente da Embraer esteve em Portugal e confirmou a arrancada do projeto em Évora, onde serão instaladas duas fábricas”. Hoje pela manhã, o correspondente da Radio Band News na Europa, Milton Blyn, em conversa por telefone com o jornalista Ricardo Boechat, deu mais detalhes sobre o otimismo em Portugal com o anuncio da Embraer de que o projeto está garantido.

 

O projeto da Embraer para Évora é o ponto de partida para a criação de um “cluster” aeronáutico na cidade. No jargão industrial, “cluster” é um aglomerado de empresas que atuam no mesmo setor. Em geral, são altamente competitivas e fabricam produtos com tecnologia agregada. Para o ministro da Economia de Portugal, o projeto não é contraditório com as demissões e redução na fabricação de aviões em outros países, como o Brasil, “porque a produção em Portugal vai ser muito específica”. 

 

Por Vitor Hugo Soares

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031