fev
27
Postado em 27-02-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 27-02-2009 01:59

 Depois do chamado “Carnaval Vermelho”, período em que aconteceram mais de 20 ocupações de fazendas em diferentes regiões do país, o Movimento dos Sem-Terra começou a dar sinais de que decidiu suspender a sua mais recente ofensiva, e recuar. Teve impacto forte junto às principais lideranças do MST, com reflexos no Palácio do Planalto, o pedido de apuração feito pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, para saber se há dinheiro do governo federal nos recursos mobilizados para as ocupações dos sem-terra.
 
O caso de maior gravidade aconteceu em São Joaquim do Monte, no agreste pernambucano, cenário sábado passado (21), de conflito armado entre seguranças da Fazenda Consulta e integrantes do MST. O confronto deixou quatro mortos, todos segurança da propriedade rural. Ouvido pelo site Terra Magazine sobre o caso, Jaime Amorim, membro da coordenação  nacional do MST, radicado em Pernambuco, assegurou que os seguranças mortos faziam parte de “milícias armadas”. Amorim admitiu que os disparos foram feitos pelos sem-terra, mas insistiu na afirmativa de que eles agiram em legítima defesa.
 
“Se os trabalhadores não se defendessem iriam morrer”, afirmou. Leia mais no Terra Magazine (www.terramagazine.terra.com.br)

 

Por; Vitor Hugo Soares

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2009
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728