fev
23
Posted on 23-02-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 23-02-2009

A cervejaria arrasou! Domingo de carnaval, Barra-Ondina pegando fogo, a fina flor da classe média soteropolitana mais visitantes animados de outros cantos do país, fizeram um camarote sob medida. Não sou especialista, mas como jovem baiana freqüentadora assídua das festas momescas, blocos e camarotes, desde a puberdade, posso seguramente tecer meus comentários com conhecimento de causa.

Tudo que é necessário tinha lá, espaço amplo e arejado, mil e duzentos metros de frente para a folia e ainda dois andares com vista direta para o circuito, o que diminuiu a briga por espaço na hora das grandes atrações. Variadas opções gastronômicas, open bar, localização estratégica. O diferencial foi garantido pelo mirante super view que permitiu aos cantores saírem do trio e ficarem dentro do camarote, numa espécie de show particular.

Tuca do Jamil parou na frente do espaço vip subiu no mirante e cantou umas 3 músicas para os convidados, o camarote foi a loucura, a galera pulando aos berros de “sou praieiro, sou guerreiro, to solteiro, quero mais o que” o piso tremendo. Depois das grandes atrações – Chiclete, Durval Lélis, Daniela e Jamil – passarem, a badalação dentro do camarote continuou na boate, enorme e entupida, show com Adelmo Cazé e sua banda Negra Cor, ninguém estava parado.

Podem dizer que carnaval de verdade é no asfalto, que não se faz mais carnaval com antigamente, que esses camarotes são grandes festas privês, eu diria: reveja seus conceitos. Nem sempre acontece, mas o fato é os afoxés abençoaram o camarote da Skol ta “bombando”.

Como diria o Jamil “Tchau, i have to go now” e, para que não fique nenhuma dúvida, isso não é merchandising.

Por Laura Tonhá, direto da folia.

  • Arquivos

  • Fevereiro 2009
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728