fev
09
Posted on 09-02-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 09-02-2009

 

As edições on-line dos principais jornais europeus cdonfirmam em manchete  principal –dividida com a notícia da demissão do técnico brasileiro Luis Felipe Scolari , o Felipão, pelo clube inglês Chelsea – que a italiana  Eluana Anglaro, de 38 anos de idade,(17 dos quais em estado vegetativo), morreu às 20.10 horas  (17.10 horário de Brasília). O falecimento foi confirmado por médicos da clínica de repouso “Quiete”, onde a paciente estava internada. 

 

 A informação tem impacto mundial pelos polêmicos aspectos políticos, religiosos e científicos envolvidos na questão. Mas o reflexo emocional mais forte se dá principalmente na Itália, país  de forte influência da igreja católica, frontalmente contrária à prática da eutanásia. O Senado italiano, a pedido do primeiro-ministro Silvio Berlusconi, debatia em regime emergencial, um projeto de lei para suspender a proibição da nutrição e hidratação que mantinha a jovem italiana  com vida. 

 

Tanto na Câmara como no Senado italianos foi guardado um minuto de silêncio em seguida à confirmação da morte. O pai de Eluana,  Giuseppe Englaro, depois de ter sido informado da morte da filha pelo anestesista Amato de Monte, pediu: “quero apenas  esta só”. O presidente da Câmara , Renato Schifani, expressou solidariedade ao pai, que havia conseguido autorização judicial para o desligamento dos aparelhos que mantinham a filha viva artificialmente, “para evitar o prolongamento indefinido de seu sofrimento”.

 

“Este é um momento de reflexão em que todos, começando pelos políticos, devem pensar sobre o direito à vida e à morte”, disse o presidente da Câmara. O vice-presidente do grupo conservador no Senado, Caetano Quagriello, reagiu na direção oposta: “Eluana não morreu, e sim foi assassinada”, amplificando o tom emocional do debate, bem ao gosto do conservador primeiro-ministro Berlusconi, cujos adversários  acusam de buscar motivos que desviem a atenção dos italianos para a grave crise econômica que atinge o país.

 

O Vaticano ainda não se pronunciou sobre a morte de Eluana, mas é certo que vem mais polêmica a caminho.

 

 Por Vitor Hugo Soares, jornalista.

 

fev
09
Posted on 09-02-2009
Filed Under (Artigos) by fernanda on 09-02-2009

Enquanto militantes do PT brigam entre eles, o PMDB lança, nesta segunda-feira (9), o jornal “É o 15” em almoço no restaurante Barbacoa com a presença do ministro Geddel Vieira Lima, o prefeito João Henrique, deputados, vereadores e secretários do partido, além de jornalistas convidados. “Será mais um momento para conversarmos sobre as ações e posturas do PMDB da Bahia. Este é, aliás, o teor do número de estréia”, disse o presidente estadual da legenda, Lúcio Vieira Lima.

Depois de suspenso por quatro anos, o jornal retorna agora em função do crescimento do partido. “As eleições do ano passado mudaram o mapa partidário da Bahia, fomos a agremiação com maior número de votos – 1, 6 milhão contra 1,4 do segundo colocado, o PT -, daí a necessidade de retomarmos o jornal para melhorar nossa comunicação interna e reafirmar a confiança da população ao nosso partido”, disse Lúcio. O “É o 15” terá tiragem inicial de 50 mil exemplares e será distribuído por toda a Bahia com a ajuda dos diretórios municipais e comissões provisórias do PMDB, existentes em 409 dos 417 municípios baianos. (Por Fernanda Dourado).

fev
09
Posted on 09-02-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 09-02-2009

 

Mais de 35 mil torcedores lotaram o estádio do Barradão, neste domingo; para vibrar com uma das festas mais bonitas e tradicionais do futebol baiano: o clássico entre Bahia e Vitória – o BA-VI – que terminou com o triunfo do time tricolor por 2 a 0. A bela festa da arquibancada proporcionada pelas torcidas dos dois times – com faixas, batuques, cantoria e muita pirraça de parte a parte- , saiu do estádio com o apito final do juiz e foi para as ruas e bares de Salvador, onde prossegue animada, como um grito de pré-carnaval.

 

O primeiro Ba-Vi do ano foi só emoção e alegria para o time tricolor, apesar da pouca importância  desta vitória em termos de decisão de um campeonato apenas em seu início, mas já empolgante. Com o triunfo, o Bahia pulou para a liderança, com 16 pontos ganhos (e um jogo a menos), e empurrou  seu maior adversário para o segundo lugar, com 15 .

 

Além disso, derrotou o rival em seu domínio, o Barradão, , “e isso não tem preço”, como gritava uma torcedora eufórica na saída do estádio do Vitória, lembrando que no  Estádio Manuel Barradas Carneiro o time rubro-negro não vence o tricolor há mais de dois anos.

 

Haja festa para fechar o domingo baiano!

  • Arquivos

  • Fevereiro 2009
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728