“Insulto não é argumento. Ofensa não é coragem. A falta de compostura nos envergonha perante o mundo. A marca Brasil sofre neste momento, triste dizer isso, uma desvalorização global. Somos vítima de chacota e de desprezo mundial”

Luis Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal e atual ministro presidente do Tribunal Superior Eleitoral-TSE.

out
22

Postado em 22-10-2021 00:22

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 22-10-2021 00:22

Auxiliares de Paulo Guedes pediram demissão por não concordar com orgia fiscal para bancar o Auxílio Brasil e tentar impulsionar a candidatura de Bolsonaro
Quatro secretários da Economia pedem demissão após gambiarra no teto de gastos

Quatro secretários do Ministério da Economia pediram demissão após o governo atestar uma gambiarra no teto de gastos. Bruno Funchal (foto), secretário especial de Tesouro e Orçamento, Gildenora Batista Dantas Milhomem, secretária especial adjunta de Tesouro e Orçamento, Jeferson Bittencourt, secretário do Tesouro Nacional, e Rafael Araújo, secretário-adjunto do Tesouro Nacional, alegaram questões de ordem pessoal.

Todos nós sabemos que eles não concordaram com a orgia fiscal do governo chancelada por Paulo Guedes, para bancar o Auxílio Brasil e tentar impulsionar o projeto de reeleição de Jair Bolsonaro.

 

Como mostramos, no caso da PEC dos Precatórios, o governo espera garantir um espaço fiscal de R$ 83 bilhões com a aprovação da proposta para bancar o Auxílio Brasil. Desse total, R$ 44 bilhões vem da decisão de adiar o pagamento das sentenças judiciais. Os outros R$ 39 bilhões de folga orçamentária serão garantidos com a mudança do período acumulado de inflação usado para corrigir o teto de gastos.

A norma em vigor determina que a despesa de cada ano deve se limitar à do ano anterior, corrigida pela inflação acumulada entre julho e junho. Pela proposta de Hugo Motta, a regra levará em conta o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado entre janeiro e dezembro. A medida é uma vitória da ala política contra a equipe econômica, que era contra essa mudança.

out
22

“Mais um Adeus”, Quarteto em Cy e MPB4: poesia, melodia e afinação em harmonia mais que perfeita de dois conjuntos vocais insuperáveis da música popular brasileira.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

out
22

Ataques à democracia

DO CORREIO BRAZILIENSE

Ministro também determinou extradição do bolsonarista, que está nos Estados Unidos com o visto de permanência vencido. STF também solicitou o bloqueio de todas as redes do homem, que é acusado de participar de milícia digital

LP
Luana Patriolino
 

 (crédito: Roque de Sá/Agência Senado)

(crédito: Roque de Sá/Agência Senado)

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a prisão preventiva do blogueiro Allan dos Santos e acionou o Ministério da Justiça para iniciar o processo de extradição do bolsonarista. Com o visto vencido, Allan está nos Estados Unidos.

Moraes ainda ordenou que a Polícia Federal inclua o mandado de prisão na lista da Difusão Vermelha da Interpol e acionou a embaixada americana.

A decisão do magistrado atende a um pedido da Polícia Federal. A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contra a prisão. Segundo a PF, o blogueiro, “a pretexto de atuar como jornalista”, assumiu a condição de um dos organizadores de um movimento responsável por ataques à Constituição, aos Poderes de Estado e à Democracia.

A suspeita é de que essas ações podem ter sido financiadas com recursos públicos a partir de sua interlocução com a família Bolsonaro e parlamentares alinhados ao governo.

out
22

Postado em 22-10-2021 00:16

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 22-10-2021 00:16



 

 Amarildo, NA

 

out
22

Postado em 22-10-2021 00:11

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 22-10-2021 00:11

 

Por g1


Brian Laundrie e a namorada Gabby Petito, em foto de 2 de julho de 2020 — Foto: Reprodução/Instagram

Brian Laundrie e a namorada Gabby Petito, em foto de 2 de julho de 2020 — Foto: Reprodução/Instagram

O FBI, a Polícia Federal dos Estados Unidos, confirmou nesta quinta-feira (21) que os restos mortais encontrados na quarta (20) em um parque da Flórida eram mesmo de Brian Laundrie, noivo da influencer Gabby Petito, morta semanas atrás (leia mais sobre o caso abaixo).

A informação foi divulgada por jornais e emissoras americanas e põe fim às buscas a Laundrie, que estava desaparecido havia cinco semanas e estava na lista de suspeitos pela morte de Petito, embora formalmente não fosse tratado como acusado. Ele estava sendo investigado por ter usado o cartão de débito da influencer após a morte dela, o que é considerado fraude.

FBI encontrou restos mortais de Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito
 

FBI encontrou restos mortais de Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito

Reconhecimento por arcada dentária

Mais cedo, os policiais foram à casa da família de Laundrie para informar a morte do rapaz. Segundo o FBI, o reconhecimento foi feito por arcada dentária.

Na tarde de quarta, a polícia da Flórida tinha encontrado objetos pertencentes ao noivo da influencer. Segundo o FBI, uma mochila e um notebook estavam em uma área alagada.

Gabby Petito, em imagem de 2019 publicada em seu perfil em uma rede social — Foto: Reprodução/Instagram

Gabby Petito, em imagem de 2019 publicada em seu perfil em uma rede social — Foto: Reprodução/Instagram

A influenciadora foi estrangulada entre três e quatro semanas antes de seu corpo ser encontrado, segundo o chefe do departamento legista do condado de Teton, Brent Blue.

Petito deixou o emprego em julho para viajar e documentava a viagem principalmente no Instagram. Um vídeo publicado no YouTube, em que ela e Laundrie aparecem sorrindo, se beijando e correndo na praia, já foi visto mais de 2,3 milhões de vezes.

Oito dias depois, o corpo da jovem foi encontrado no Parque Nacional Grand Teton, no estado de Wyoming.

Brian Laundrie e Gabby Petito — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Brian Laundrie e Gabby Petito — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Em 12 de agosto, a polícia de Utah atendeu a um suposto caso de violência doméstica. Além disso, veio à tona um vídeo com Petito chorando e reclamando de sua saúde mental a um policial. Laundrie alegou que Petito o agrediu depois de uma discussão (veja o VÍDEO sobre a discussão abaixo).

Brian Laundrie voltou sozinho para casa, na Flórida, no dia 1º de setembro, sem falar sobre o paradeiro de Petito. Ele saiu de casa de novo no dia 14 de setembro, dizendo que ia fazer uma trilha na reserva Carlton, no mesmo estado.

Laundrie saiu de casa sem levar a carteira e o celular. Seus pais temiam que ele fizesse algo contra si mesmo.

VÍDEO: Gabby Petito falou da briga que teve com o namorado a policiais
 

VÍDEO: Gabby Petito falou da briga que teve com o namorado a policiais

Repercussão

A morte de Petito e o desaparecimento de Laundrie geraram grande repercussão nos EUA e até fora do país. As operações de busca pelo noivo desaparecido mobilizaram policiais do FBI e autoridades locais da Flórida.

Gabby Petito: sumiço e morte de influenciadora causam comoção nos EUA
 

Gabby Petito: sumiço e morte de influenciadora causam comoção nos EUA

Havia a expectativa de encontrar Laundrie com vida.

Por enquanto, o mistério que fica é: quem matou Gabby Petito e por qual razão? As autoridades ainda não têm como dizer se Laundrie é o responsável pelo assassinato, mas as investigações continuarão

  • DO SITE  O Antagonista
Até a proclamação do resultado, o clima no plenário era de aprovação, mas o substitutivo apresentado por Paulo Magalhães não teve o apoio necessário
Saiba como cada deputado votou na PEC da Vingança, derrotada na Câmara
 

Como noticiamos, a PEC da Vingança não teve os votos necessários para ser aprovada no plenário da Câmara.

O relatório do deputado Paulo Magalhães (PSD-BA) recebeu 297 votos favoráveis e 182 votos contrários. Eram necessários, no mínimo, 308 votos para aprovar a proposta.

Arthur Lira, que passou o dia dizendo nos bastidores que a proposta seria aprovada, não conseguiu esconder a decepção. O autor da PEC, o petista Paulo Teixeira, já estava comemorando no plenário antes da proclamação do resultado.

Somente Podemos, PSOL, Novo e Rede orientaram suas bancadas a votar contra a PEC (veja quadro abaixo), mas, na hora do voto, muitos deputados decidiram não colocar a digital para aprovar a proposta que ameaça a autonomia e a independência do Ministério Público.

Veja como votou cada deputado (os parlamentares que aparecem sem a sinalização de voto não participaram da votação):

  • AJ Albuquerque (PP-CE) -votouSim
  • Abílio Santana (PL-BA) -votouSim
  • Abou Anni (PSL-SP)
  • Acácio Favacho (PROS-AP) -votouSim
  • Adolfo Viana (PSDB-BA) -votouSim
  • Adriana Ventura (Novo-SP) -votouNão
  • Adriano do Baldy (PP-GO) -votouSim
  • Aécio Neves (PSDB-MG) -votouSim
  • Aelton Freitas (PL-MG)
  • Afonso Florence (PT-BA) -votouSim
  • Afonso Hamm (PP-RS) -votouNão
  • Afonso Motta (PDT-RS) -votouNão
  • Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) -votouSim
  • Airton Faleiro (PT-PA) -votouSim
  • Alan Rick (DEM-AC) -votouNão
  • Alceu Moreira (MDB-RS) -votouSim
  • Alcides Rodrigues (Patriota-GO) -votouSim
  • Alê Silva (PSL-MG) -votouSim
  • Alencar S. Braga (PT-SP) -votouSim
  • Alessandro Molon (PSB-RJ) -votouNão
  • Alex Manente (Cidadania-SP) -votouSim
  • Alex Santana (PDT-BA) -votouSim
  • Alexandre Frota (PSDB-SP) -votouNão
  • Alexandre Leite (DEM-SP) -votouSim
  • Alexandre Padilha (PT-SP) -votouSim
  • Alexis Fonteyne (Novo-SP) -votouNão
  • Alice Portugal (PCdoB-BA) -votouSim
  • Aliel Machado (PSB-PR) -votouSim
  • Aline Gurgel (Republican-AP)
  • Aline Sleutjes (PSL-PR) -votouSim
  • Altineu Côrtes (PL-RJ) -votouSim
  • Aluisio Mendes (PSC-MA) -votouSim
  • Amaro Neto (Republican-ES) -votouNão
  • André Abdon (PP-AP) -votouSim
  • André Ferreira (PSC-PE) -votouSim
  • André Figueiredo (PDT-CE) -votouNão
  • André Fufuca (PP-MA) -votouSim
  • André Janones (Avante-MG) -votouNão
  • André de Paula (PSD-PE) -votouSim
  • Angela Amin (PP-SC) -votouSim
  • Aníbal Gomes (DEM-CE)
  • Antonio Brito (PSD-BA) -votouNão
  • Arlindo Chinaglia (PT-SP) -votouSim
  • Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) -votouSim
  • Aroldo Martins (Republican-PR) -votouSim
  • Arthur Lira (PP-AL) -votouSim
  • Arthur O. Maia (DEM-BA) -votouSim
  • Átila Lins (PP-AM) -votouSim
  • Átila Lira (PP-PI) -votouSim
  • Augusto Coutinho (Solidaried-PE) -votouSim
  • Áurea Carolina (PSOL-MG) -votouNão
  • Aureo Ribeiro (Solidaried-RJ) -votouNão
  • Bacelar (Podemos-BA) -votouSim
  • Benedita da Silva (PT-RJ) -votouSim
  • Benes Leocádio (Republican-RN) -votouNão
  • Beto Faro (PT-PA) -votouSim
  • Beto Pereira (PSDB-MS) -votouNão
  • Beto Rosado (PP-RN) -votouSim
  • Bia Cavassa (PSDB-MS) -votouSim
  • Bia Kicis (PSL-DF) -votouSim
  • Bibo Nunes (PSL-RS) -votouSim
  • Bilac Pinto (DEM-MG) -votouNão
  • Bira do Pindaré (PSB-MA) -votouNão
  • Bohn Gass (PT-RS) -votouSim
  • Bosco Costa (PL-SE) -votouAbstenção
  • Bosco Saraiva (Solidaried-AM) -votouNão
  • Bozzella (PSL-SP) -votouNão
  • Bruna Furlan (PSDB-SP) -votouSim
  • Cacá Leão (PP-BA) -votouSim
  • Camilo Capiberibe (PSB-AP) -votouNão
  • Cap. Alberto Neto (Republican-AM) -votouNão
  • Cap. Fábio Abreu (PL-PI) -votouSim
  • Capitão Augusto (PL-SP) -votouNão
  • Capitão Wagner (PROS-CE) -votouNão
  • Carla Dickson (PROS-RN) -votouNão
  • Carla Zambelli (PSL-SP) -votouSim
  • Carlos Bezerra (MDB-MT) -votouSim
  • Carlos Chiodini (MDB-SC) -votouSim
  • Carlos Gaguim (DEM-TO) -votouSim
  • Carlos Gomes (Republican-RS) -votouSim
  • Carlos Jordy (PSL-RJ) -votouSim
  • Carlos Sampaio (PSDB-SP) -votouNão
  • Carlos Veras (PT-PE) -votouSim
  • Carlos Zarattini (PT-SP) -votouSim
  • Carmen Zanotto (Cidadania-SC) -votouNão
  • Caroline de Toni (PSL-SC) -votouNão
  • Cássio Andrade (PSB-PA) -votouNão
  • Celina Leão (PP-DF) -votouSim
  • Célio Moura (PT-TO) -votouSim
  • Célio Silveira (PSDB-GO) -votouNão
  • Célio Studart (PV-CE) -votouNão
  • Celso Maldaner (MDB-SC) -votouNão
  • Celso Russomanno (Republican-SP) -votouSim
  • Celso Sabino (PSL-PA) -votouSim
  • Cezinha Madureira (PSD-SP) -votouSim
  • Charles Fernandes (PSD-BA) -votouSim
  • Charlles Evangelis (PSL-MG) -votouNão
  • Chico D´Angelo (PDT-RJ) -votouSim
  • Chiquinho Brazão (Avante-RJ) -votouSim
  • Chris Tonietto (PSL-RJ) -votouNão
  • Christiane Yared (PL-PR) -votouNão
  • Christino Aureo (PP-RJ) -votouSim
  • Clarissa Garotinho (PROS-RJ) -votouSim
  • Claudio Cajado (PP-BA) -votouSim
  • Cleber Verde (Republican-MA) -votouSim
  • Coronel Armando (PSL-SC) -votouSim
  • Coronel Tadeu (PSL-SP) -votouSim
  • CoronelChrisóstom (PSL-RO) -votouSim
  • Covatti Filho (PP-RS) -votouSim
  • Cristiano Vale (PL-PA) -votouSim
  • Da Vitória (Cidadania-ES) -votouNão
  • Dagoberto Nogueira (PDT-MS) -votouNão
  • Damião Feliciano (PDT-PB)
  • Daniel Almeida (PCdoB-BA) -votouSim
  • Daniel Coelho (Cidadania-PE) -votouNão
  • Daniel Freitas (PSL-SC) -votouNão
  • Daniel Silveira (PSL-RJ)
  • Daniel Trzeciak (PSDB-RS) -votouNão
  • Daniela Waguinho (MDB-RJ) -votouSim
  • Danilo Cabral (PSB-PE) -votouSim
  • Danilo Forte (PSDB-CE) -votouSim
  • Darci de Matos (PSD-SC) -votouSim
  • David Miranda (PSOL-RJ) -votouNão
  • David Soares (DEM-SP) -votouSim
  • DelAntônioFurtado (PSL-RJ) -votouSim
  • Deleg. Éder Mauro (PSD-PA)
  • Delegado Marcelo (PSL-MG) -votouNão
  • Delegado Pablo (PSL-AM) -votouNão
  • Delegado Waldir (PSL-GO) -votouNão
  • Denis Bezerra (PSB-CE) -votouNão
  • Diego Andrade (PSD-MG) -votouSim
  • Diego Garcia (Podemos-PR) -votouNão
  • Dimas Fabiano (PP-MG) -votouSim
  • Domingos Neto (PSD-CE) -votouSim
  • Domingos Sávio (PSDB-MG) -votouSim
  • Dr Zacharias Calil (DEM-GO) -votouNão
  • Dr. Frederico (Patriota-MG) -votouNão
  • Dr. Jaziel (PL-CE) -votouNão
  • Dr. Luiz Ovando (PSL-MS) -votouSim
  • Dr.Luiz Antonio Jr (PP-RJ) -votouSim
  • Dra. Vanda Milani (Solidaried-AC) -votouNão
  • Dra.Soraya Manato (PSL-ES) -votouNão
  • Dulce Miranda (MDB-TO) -votouSim
  • Edilazio Junior (PSD-MA) -votouSim
  • Edio Lopes (PL-RR) -votouSim
  • Edna Henrique (PSDB-PB) -votouNão
  • Eduardo Barbosa (PSDB-MG) -votouNão
  • Eduardo Bismarck (PDT-CE) -votouNão
  • Eduardo Costa (PTB-PA) -votouSim
  • Eduardo Cury (PSDB-SP) -votouNão
  • Eduardo da Fonte (PP-PE) -votouSim
  • EduardoBolsonaro (PSL-SP) -votouSim
  • Efraim Filho (DEM-PB) -votouSim
  • Elcione Barbalho (MDB-PA) -votouSim
  • Eli Borges (Solidaried-TO) -votouNão
  • Eli Corrêa Filho (DEM-SP) -votouSim
  • Elias Vaz (PSB-GO) -votouNão
  • Elmar Nascimento (DEM-BA) -votouSim
  • Emanuel Pinheiro N (PTB-MT) -votouSim
  • Emidinho Madeira (PSB-MG) -votouNão
  • Enio Verri (PT-PR) -votouSim
  • Enrico Misasi (PV-SP)
  • Erika Kokay (PT-DF) -votouSim
  • Eros Biondini (PROS-MG) -votouNão
  • EuclydesPettersen (PSC-MG) -votouSim
  • Evair de Melo (PP-ES) -votouNão
  • Expedito Netto (PSD-RO) -votouNão
  • Fábio Henrique (PDT-SE) -votouNão
  • Fábio Mitidieri (PSD-SE) -votouNão
  • Fábio Ramalho (MDB-MG) -votouSim
  • Fabio Reis (MDB-SE) -votouSim
  • Fabio Schiochet (PSL-SC) -votouNão
  • Fábio Trad (PSD-MS) -votouNão
  • Fausto Pinato (PP-SP) -votouSim
  • Felício Laterça (PSL-RJ) -votouNão
  • Felipe Carreras (PSB-PE) -votouSim
  • Felipe Rigoni (PSB-ES) -votouNão
  • FelipeFrancischini (PSL-PR) -votouNão
  • Félix Mendonça Jr (PDT-BA) -votouSim
  • FernandaMelchionna (PSOL-RS) -votouNão
  • Fernando Coelho (DEM-PE) -votouSim
  • FernandoMonteiro (PP-PE) -votouSim
  • FernandoRodolfo (PL-PE) -votouSim
  • Filipe Barros (PSL-PR)
  • Flávia Morais (PDT-GO) -votouNão
  • Flaviano Melo (MDB-AC) -votouSim
  • Flávio Nogueira (PDT-PI) -votouSim
  • Francisco Jr. (PSD-GO) -votouNão
  • Franco Cartafina (PP-MG) -votouNão
  • Fred Costa (Patriota-MG)
  • Frei Anastacio (PT-PB) -votouSim
  • Gastão Vieira (PROS-MA) -votouSim
  • Gelson Azevedo (PL-RJ) -votouSim
  • Genecias Noronha (Solidaried-CE) -votouSim
  • General Girão (PSL-RN) -votouNão
  • General Peternelli (PSL-SP) -votouSim
  • Geninho Zuliani (DEM-SP) -votouSim
  • Geovania de Sá (PSDB-SC) -votouNão
  • Gervásio Maia (PSB-PB) -votouNão
  • Giacobo (PL-PR) -votouSim
  • Gil Cutrim (Republican-MA) -votouSim
  • Gilberto Abramo (Republican-MG) -votouSim
  • GilbertoNasciment (PSC-SP)
  • Gilson Marques (Novo-SC) -votouNão
  • Giovani Cherini (PL-RS) -votouSim
  • Giovani Feltes (MDB-RS) -votouNão
  • Glauber Braga (PSOL-RJ) -votouNão
  • Glaustin da Fokus (PSC-GO) -votouSim
  • Gleisi Hoffmann (PT-PR) -votouSim
  • Gonzaga Patriota (PSB-PE) -votouSim
  • Greyce Elias (Avante-MG) -votouSim
  • Guiga Peixoto (PSL-SP) -votouNão
  • Guilherme Derrite (PP-SP) -votouNão
  • Guilherme Mussi (PP-SP) -votouSim
  • Gurgel (PSL-RJ) -votouNão
  • Gustavo Fruet (PDT-PR) -votouNão
  • Gustinho Ribeiro (Solidaried-SE) -votouNão
  • Gutemberg Reis (MDB-RJ) -votouSim
  • Haroldo Cathedral (PSD-RR) -votouNão
  • Heitor Freire (PSL-CE) -votouNão
  • Heitor Schuch (PSB-RS) -votouNão
  • Helder Salomão (PT-ES) -votouSim
  • Hélio Costa (Republican-SC) -votouNão
  • Hélio Leite (DEM-PA) -votouNão
  • Helio Lopes (PSL-RJ) -votouSim
  • Henrique Fontana (PT-RS) -votouSim
  • Hercílio Diniz (MDB-MG) -votouNão
  • Herculano Passos (MDB-SP) -votouSim
  • HermesParcianello (MDB-PR) -votouSim
  • Hildo Rocha (MDB-MA) -votouNão
  • Hiran Gonçalves (PP-RR) -votouSim
  • Hugo Leal (PSD-RJ) -votouSim
  • Hugo Motta (Republican-PB) -votouSim
  • Idilvan Alencar (PDT-CE) -votouNão
  • Igor Kannário (DEM-BA)
  • Igor Timo (Podemos-MG) -votouSim
  • Iracema Portella (PP-PI) -votouSim
  • Isnaldo Bulhões Jr (MDB-AL) -votouSim
  • Israel Batista (PV-DF) -votouNão
  • Ivan Valente (PSOL-SP) -votouNão
  • Jandira Feghali (PCdoB-RJ) -votouSim
  • Jaqueline Cassol (PP-RO) -votouSim
  • Jefferson Campos (PSB-SP) -votouNão
  • Jerônimo Goergen (PP-RS) -votouNão
  • Jéssica Sales (MDB-AC)
  • Jesus Sérgio (PDT-AC) -votouNão
  • Jhonatan de Jesus (Republican-RR) -votouSim
  • João C. Bacelar (PL-BA) -votouSim
  • João Campos (Republican-GO) -votouSim
  • João Daniel (PT-SE) -votouSim
  • João Maia (PL-RN) -votouSim
  • João Marcelo S. (MDB-MA) -votouSim
  • JoaquimPassarinho (PSD-PA) -votouNão
  • Joenia Wapichana (Rede-RR) -votouNão
  • Joice Hasselmann (PSL-SP) -votouNão
  • Jones Moura (PSD-RJ) -votouSim
  • Jorge Braz (Republican-RJ) -votouSim
  • Jorge Solla (PT-BA) -votouSim
  • José Airton (PT-CE) -votouSim
  • José Guimarães (PT-CE) -votouSim
  • Jose Mario Schrein (DEM-GO) -votouNão
  • José Medeiros (Podemos-MT) -votouNão
  • José Nelto (Podemos-GO) -votouSim
  • José Nunes (PSD-BA) -votouSim
  • José Priante (MDB-PA)
  • José Ricardo (PT-AM) -votouSim
  • José Rocha (PL-BA) -votouSim
  • Joseildo Ramos (PT-BA) -votouSim
  • JosimarMaranhãozi (PL-MA) -votouSim
  • Josivaldo JP (Podemos-MA) -votouSim
  • Juarez Costa (MDB-MT) -votouNão
  • Julian Lemos (PSL-PB) -votouNão
  • Júlio Cesar (PSD-PI) -votouSim
  • Julio Cesar Ribeir (Republican-DF) -votouSim
  • Júlio Delgado (PSB-MG) -votouNão
  • Julio Lopes (PP-RJ) -votouSim
  • Junio Amaral (PSL-MG) -votouNão
  • Júnior Ferrari (PSD-PA)
  • Junior Lourenço (PL-MA)
  • Júnior Mano (PL-CE) -votouSim
  • Juscelino Filho (DEM-MA) -votouSim
  • Kim Kataguiri (DEM-SP) -votouNão
  • Laercio Oliveira (PP-SE) -votouSim
  • Laerte Bessa (PL-DF) -votouSim
  • Lafayette Andrada (Republican-MG) -votouSim
  • Lauriete (PSC-ES) -votouNão
  • Leandre (PV-PR) -votouNão
  • Leda Sadala (Avante-AP) -votouNão
  • Léo Moraes (Podemos-RO) -votouNão
  • Léo Motta (PSL-MG) -votouNão
  • Leo de Brito (PT-AC) -votouSim
  • Leonardo Monteiro (PT-MG) -votouSim
  • Leonardo Picciani (MDB-RJ) -votouSim
  • Leônidas Cristino (PDT-CE) -votouNão
  • Leur Lomanto Jr. (DEM-BA) -votouSim
  • Lídice da Mata (PSB-BA) -votouSim
  • Lincoln Portela (PL-MG)
  • Liziane Bayer (PSB-RS) -votouSim
  • Loester Trutis (PSL-MS) -votouNão
  • Lourival Gomes (PSL-RJ) -votouSim
  • Lucas Gonzalez (Novo-MG) -votouNão
  • Lucas Redecker (PSDB-RS) -votouNão
  • Lucas Vergilio (Solidaried-GO) -votouSim
  • Luciano Bivar (PSL-PE)
  • Luciano Ducci (PSB-PR) -votouSim
  • Lucio Mosquini (MDB-RO) -votouNão
  • Luis Miranda (DEM-DF) -votouNão
  • Luis Tibé (Avante-MG) -votouSim
  • Luisa Canziani (PTB-PR) -votouSim
  • Luiz Carlos Motta (PL-SP) -votouSim
  • Luiz Lima (PSL-RJ) -votouNão
  • Luiz Nishimori (PL-PR) -votouNão
  • Luiz P. O.Bragança (PSL-SP)
  • LuizAntônioCorrêa (PL-RJ) -votouSim
  • Luiza Erundina (PSOL-SP) -votouNão
  • Luizão Goulart (Republican-PR) -votouNão
  • Luizianne Lins (PT-CE) -votouSim
  • Magda Mofatto (PL-GO) -votouSim
  • Major Fabiana (PSL-RJ) -votouNão
  • Mara Rocha (PSDB-AC) -votouNão
  • Marcel van Hattem (Novo-RS) -votouNão
  • Marcelo Álvaro (PSL-MG) -votouSim
  • Marcelo Aro (PP-MG) -votouSim
  • Marcelo Brum (PSL-RS) -votouSim
  • Marcelo Calero (Cidadania-RJ) -votouNão
  • Marcelo Freixo (PSB-RJ) -votouNão
  • Marcelo Moraes (PTB-RS) -votouSim
  • Marcelo Nilo (PSB-BA) -votouSim
  • Marcelo Ramos (PL-AM) -votouSim
  • Marcio Alvino (PL-SP) -votouSim
  • Márcio Biolchi (MDB-RS) -votouNão
  • Márcio Labre (PSL-RJ) -votouSim
  • Márcio Marinho (Republican-BA) -votouSim
  • Marco Bertaiolli (PSD-SP) -votouSim
  • Marcon (PT-RS) -votouAbstenção
  • Marcos A. Sampaio (MDB-PI) -votouSim
  • Marcos Pereira (Republican-SP) -votouSim
  • Marcos Soares (DEM-RJ) -votouSim
  • Margarete Coelho (PP-PI) -votouSim
  • Maria Rosas (Republican-SP) -votouSim
  • Maria do Rosário (PT-RS) -votouSim
  • Mariana Carvalho (PSDB-RO) -votouNão
  • Marília Arraes (PT-PE) -votouSim
  • Marina Santos (PL-PI) -votouSim
  • Mário Heringer (PDT-MG) -votouSim
  • MárioNegromonte Jr (PP-BA) -votouSim
  • Marlon Santos (PDT-RS) -votouSim
  • Marreca Filho (Patriota-MA) -votouNão
  • Marx Beltrão (PSD-AL) -votouSim
  • Maurício Dziedrick (PTB-RS) -votouNão
  • Mauro Lopes (MDB-MG) -votouSim
  • Mauro Nazif (PSB-RO) -votouNão
  • Merlong Solano (PT-PI) -votouSim
  • Miguel Lombardi (PL-SP)
  • Milton Coelho (PSB-PE) -votouSim
  • Milton Vieira (Republican-SP) -votouSim
  • Misael Varella (PSD-MG)
  • Moses Rodrigues (MDB-CE) -votouSim
  • Natália Bonavides (PT-RN) -votouSim
  • Nelson Barbudo (PSL-MT) -votouSim
  • Nereu Crispim (PSL-RS) -votouSim
  • Neri Geller (PP-MT) -votouSim
  • Neucimar Fraga (PSD-ES) -votouNão
  • Newton Cardoso Jr (MDB-MG) -votouSim
  • Nicoletti (PSL-RR) -votouNão
  • Nilson Pinto (PSDB-PA) -votouSim
  • Nilto Tatto (PT-SP) -votouSim
  • Nivaldo Albuquerq (PTB-AL) -votouSim
  • Norma Ayub (DEM-ES) -votouNão
  • Odair Cunha (PT-MG) -votouSim
  • Olival Marques (DEM-PA) -votouSim
  • Orlando Silva (PCdoB-SP) -votouSim
  • Osires Damaso (PSC-TO) -votouSim
  • Osmar Serraglio (PP-PR) -votouSim
  • Osmar Terra (MDB-RS) -votouNão
  • Ossesio Silva (Republican-PE) -votouSim
  • Otoni de Paula (PSC-RJ) -votouNão
  • Ottaci Nascimento (Solidaried-RR) -votouSim
  • Otto Alencar (PSD-BA) -votouSim
  • Padre João (PT-MG) -votouSim
  • Pastor Eurico (Patriota-PE) -votouNão
  • Pastor Gil (PL-MA) -votouSim
  • Pastor Isidório (Avante-BA) -votouSim
  • Patrus Ananias (PT-MG) -votouSim
  • Paula Belmonte (Cidadania-DF) -votouNão
  • Paulão (PT-AL) -votouSim
  • Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) -votouSim
  • Paulo Azi (DEM-BA) -votouSim
  • Paulo Bengtson (PTB-PA) -votouSim
  • Paulo Freire Costa (PL-SP) -votouNão
  • Paulo Ganime (Novo-RJ) -votouNão
  • Paulo Guedes (PT-MG) -votouSim
  • Paulo Magalhães (PSD-BA) -votouSim
  • Paulo Martins (PSC-PR) -votouNão
  • Paulo Pereira (Solidaried-SP) -votouSim
  • Paulo Pimenta (PT-RS)
  • Paulo Ramos (PDT-RJ) -votouNão
  • Paulo Teixeira (PT-SP) -votouSim
  • Paulo V. Caleffi (PSD-RS) -votouSim
  • Pedro A Bezerra (PTB-CE) -votouSim
  • Pedro Augusto (PSD-RJ) -votouSim
  • Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) -votouNão
  • Pedro Dalua (PSC-AP) -votouSim
  • Pedro Lucas Fernan (PTB-MA)
  • Pedro Lupion (DEM-PR) -votouSim
  • Pedro Uczai (PT-SC) -votouSim
  • Pedro Vilela (PSDB-AL) -votouNão
  • Pedro Westphalen (PP-RS)
  • Perpétua Almeida (PCdoB-AC) -votouAbstenção
  • Pinheirinho (PP-MG) -votouSim
  • Policial Sastre (PL-SP) -votouNão
  • Pompeo de Mattos (PDT-RS) -votouNão
  • Pr Marco Feliciano (PL-SP) -votouSim
  • Profª Dorinha (DEM-TO)
  • Prof Marcivania (PCdoB-AP) -votouAbstenção
  • Profª Rosa Neide (PT-MT) -votouSim
  • Professor Alcides (PP-GO) -votouSim
  • Professor Joziel (PSL-RJ) -votouSim
  • Professora Dayane (PSL-BA) -votouNão
  • Rafael Motta (PSB-RN)
  • Raimundo Costa (PL-BA) -votouSim
  • Raul Henry (MDB-PE) -votouNão
  • Reginaldo Lopes (PT-MG) -votouSim
  • Rejane Dias (PT-PI) -votouSim
  • Renata Abreu (Podemos-SP) -votouNão
  • Renildo Calheiros (PCdoB-PE) -votouSim
  • Ricardo Barros (PP-PR) -votouSim
  • Ricardo Guidi (PSD-SC) -votouNão
  • Ricardo Izar (PP-SP) -votouSim
  • Ricardo Silva (PSB-SP) -votouNão
  • Ricardo Teobaldo (Podemos-PE) -votouSim
  • Ricardo da Karol (PSC-RJ) -votouSim
  • Robério Monteiro (PDT-CE) -votouNão
  • Roberto Alves (Republican-SP) -votouSim
  • Roberto de Lucena (Podemos-SP) -votouNão
  • Rodrigo Agostinho (PSB-SP) -votouNão
  • Rodrigo Coelho (PSB-SC) -votouNão
  • Rodrigo de Castro (PSDB-MG) -votouSim
  • Rogério Correia (PT-MG) -votouSim
  • Rogério Peninha (MDB-SC) -votouSim
  • Roman (Patriota-PR) -votouSim
  • Ronaldo Carletto (PP-BA) -votouSim
  • Rosana Valle (PSB-SP) -votouNão
  • Rosangela Gomes (Republican-RJ) -votouSim
  • Rose Modesto (PSDB-MS) -votouNão
  • Rossoni (PSDB-PR) -votouSim
  • Rubens Bueno (Cidadania-PR) -votouNão
  • Rubens Otoni (PT-GO) -votouSim
  • Rubens Pereira Jr. (PCdoB-MA) -votouSim
  • Rui Falcão (PT-SP) -votouSim
  • Ruy Carneiro (PSDB-PB) -votouNão
  • Samuel Moreira (PSDB-SP) -votouNão
  • Sanderson (PSL-RS) -votouNão
  • Sargento Fahur (PSD-PR) -votouNão
  • Sebastião Oliveira (Avante-PE) -votouSim
  • Sérgio Brito (PSD-BA) -votouSim
  • Sergio Souza (MDB-PR) -votouSim
  • Sergio Toledo (PL-AL) -votouSim
  • Severino Pessoa (Republican-AL) -votouSim
  • Shéridan (PSDB-RR) -votouNão
  • Sidney Leite (PSD-AM) -votouNão
  • Silas Câmara (Republican-AM) -votouSim
  • Silvia Cristina (PDT-RO) -votouNão
  • Silvio Costa Filho (Republican-PE) -votouSim
  • Soraya Santos (PL-RJ) -votouSim
  • SóstenesCavalcante (DEM-RJ) -votouSim
  • Stefano Aguiar (PSD-MG) -votouNão
  • Stephanes Junior (PSD-PR) -votouNão
  • SubtenenteGonzaga (PDT-MG) -votouNão
  • Tabata Amaral (PSB-SP) -votouNão
  • Tadeu Alencar (PSB-PE) -votouNão
  • Talíria Petrone (PSOL-RJ) -votouNão
  • Ted Conti (PSB-ES) -votouNão
  • Tereza Nelma (PSDB-AL) -votouNão
  • Tia Eron (Republican-BA) -votouSim
  • Tiago Dimas (Solidaried-TO) -votouSim
  • Tiago Mitraud (Novo-MG) -votouNão
  • Tiririca (PL-SP) -votouSim
  • Tito (Avante-BA) -votouSim
  • ToninhoWandscheer (PROS-PR)
  • Túlio Gadêlha (PDT-PE) -votouNão
  • Uldurico Junior (PROS-BA) -votouNão
  • Vaidon Oliveira (PROS-CE) -votouSim
  • Valdevan Noventa (PL-SE) -votouNão
  • Valmir Assunção (PT-BA) -votouSim
  • Vander Loubet (PT-MS) -votouSim
  • Vanderlei Macris (PSDB-SP) -votouNão
  • Vavá Martins (Republican-PA) -votouSim
  • Vermelho (PSD-PR) -votouSim
  • Vicentinho (PT-SP) -votouSim
  • Vicentinho Júnior (PL-TO) -votouSim
  • Vilson da Fetaemg (PSB-MG) -votouSim
  • Vinicius Carvalho (Republican-SP) -votouSim
  • Vinicius Gurgel (PL-AP) -votouSim
  • Vinicius Poit (Novo-SP) -votouNão
  • Vitor Hugo (PSL-GO) -votouSim
  • Vitor Lippi (PSDB-SP) -votouNão
  • Vivi Reis (PSOL-PA) -votouNão
  • Waldenor Pereira (PT-BA) -votouSim
  • Walter Alves (MDB-RN) -votouSim
  • Weliton Prado (PROS-MG) -votouNão
  • Wellington (PL-PB) -votouSim
  • Wilson Santiago (PTB-PB) -votouSim
  • Wolney Queiroz (PDT-PE) -votouSim
  • Zé Augusto Nalin (DEM-RJ) -votouNão
  • Zé Carlos (PT-MA) -votouSim
  • Zé Neto (PT-BA) -votouSim
  • Zé Silva (Solidaried-MG) -votouSim

out
21

Postado em 21-10-2021 00:45

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 21-10-2021 00:45

“Wave”, Ahmad Jamal: perfeição no piano e na melodia para festejar no Bahia em Pauta mais de 50% da população vacinada no Brasil e o relatório da CPI da Covid. Viva!

BOM DIA!!!

(Gilson Nogueira)

 

out
21

Postado em 21-10-2021 00:43

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 21-10-2021 00:43

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Relatório final da CPI pede indiciamento de 66 pessoas; veja lista

Parecer de Renan Calheiros pede responsabilização de Jair Bolsonaro e de seus três filhos políticos, além do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e do atual chefe da pasta, Marcelo Queiroga. Pastor Silas Malafaia é retirado do rol de indiciados

RF
Raphael Felice
 

 (crédito: Foto: Pedro França/Agência Senado)

(crédito: Foto: Pedro França/Agência Senado)

No começo da tarde desta quarta-feira (20/10), o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, Renan Calheiros (MDB-AL), fez a leitura de um resumo de seu relatório final. O texto lido durante a comissão continha cerca de 50 páginas e trazia os pontos principais do parecer de 1.180 laudas que detalha possíveis crimes e omissões do governo federal e aliados durante a pandemia.

Além de membros da administração pública, empresários e pessoas vinculadas a empresas envolvidas em corrupção ou irregularidades também constam como indiciadas no relatório final.

O único indiciado que teve seu nome retirado da lista apresentada inicialmente por Renan foi o pastor Silas Malafaia. Havia também a expectativa da inclusão do nome do ministro Paulo Guedes, mas o chefe da Economia ficou de fora das acusações.

Confira abaixo lista de indiciados:

1) JAIR MESSIAS BOLSONARO – Presidente da República – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte); art. 268, caput (infração de medida sanitária preventiva); art. 283 (charlatanismo); art. 286 (incitação ao crime); art. 298 (falsificação de documento particular); art. 315 (emprego irregular de verbas públicas); art. 319 (prevaricação), todos do Código Penal; art. 7º, parágrafo 1, b, h e k, e parágrafo 2, b e g (crimes contra a humanidade, nas modalidades extermínio, perseguição e outros atos desumanos), do Tratado de Roma (Decreto nº 4.388, de 2002); e arts. 7º, item 9 (violação de direito social) e 9º, item 7 (incompatibilidade com dignidade, honra e decoro do cargo), crimes de responsabilidade previstos na Lei no 1.079, de 10 de abril de 1950;

2) EDUARDO PAZUELLO – Ex-Ministro da Saúde –art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte); art. 315 (emprego irregular de verbas públicas); art. 319 (prevaricação) e art. 340 (comunicação falsa de crime), todos do Código Penal; art. 7º, parágrafo 1, b, h e k, e parágrafo 2, b e g (crimes contra a humanidade, nas modalidades extermínio, perseguição e outros atos desumanos), do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002);

3) MARCELO ANTÔNIO C. QUEIROGA LOPES – Ministro da Saúde – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte) e art. 319 (prevaricação), ambos do Código Penal;

4) ONYX DORNELLES LORENZONI – Ex-ministro da Cidadania e ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal e art. 7º, parágrafo 1, b, h e k, e 1060 parágrafo 2, b e g (crimes contra a humanidade, nas modalidades extermínio, perseguição e outros atos desumanos), do Tratado de Roma;

5) ERNESTO HENRIQUE FRAGA ARAÚJO – Ex-ministro das Relações Exteriores – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte) e art. 286 (incitação ao crime), combinado com art. 29; todos do Código Penal;

6) WAGNER DE CAMPOS ROSÁRIO – Ministro-chefe da Controladoria Geral da União – art. 319 (prevaricação) do Código Penal;

7) ANTÔNIO ELCIO FRANCO FILHO – Ex-secretárioexecutivo do Ministério da Saúde – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte), do Código Penal; art. 10, VI e XII, e art. 11, I (improbidade administrativa), todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

8) MAYRA ISABEL CORREIA PINHEIRO – Secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde – SGTES – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte), e art. 319 (prevaricação), ambos do Código Penal; e art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002);

9) ROBERTO FERREIRA DIAS – Ex-diretor de logística do Ministério da Saúde – art. 317, caput, do Código Penal (corrupção passiva); art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; art. 10, XII e art. 11, I (improbidade administrativa), todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

10) CRISTIANO ALBERTO HOSSRI CARVALHO – Representante da Davati no Brasil – art. 333, caput, do Código Penal (corrupção ativa); 1061

11) LUIZ PAULO DOMINGUETTI PEREIRA – Representante da Davati no Brasil – art. 333, caput, do Código Penal (corrupção ativa);

12) RAFAEL FRANCISCO CARMO ALVES – Intermediador nas tratativas da Davati – art. 333, caput, do Código Penal (corrupção ativa);

13) JOSÉ ODILON TORRES DA SILVEIRA JÚNIOR – Intermediador nas tratativas da Davati – art. 333, caput, do Código Penal (corrupção ativa);

14) MARCELO BLANCO DA COSTA – Ex-assessor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde e intermediador nas tratativas da Davati – art. 333, caput, do Código Penal (corrupção ativa);

15) EMANUELA BATISTA DE SOUZA MEDRADES – Diretora-Executiva e responsável técnica farmacêutica da empresa Precisa – arts. 299, caput (falsidade ideológica), 304 (uso de documento falso) e 347 (fraude processual), todos do Código Penal; art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; e art. 10, VI e XII, e art. 11, I (improbidade administrativa), combinados com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

16) TÚLIO SILVEIRA – Consultor jurídico da empresa Precisa – arts. 299, caput (falsidade ideológica), 304 (uso de documento falso), ambos do Código Penal; art. 10, VI e XII, e art. 11, I (improbidade administrativa), combinados com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992; 1062

17) AIRTON ANTONIO SOLIGO – Ex-assessor especial do Ministério da Saúde – art. 328, caput (usurpação de função pública);

18) FRANCISCO EMERSON MAXIMIANO – Sócio da empresa Precisa – arts. 299, caput (falsidade ideológica), 304 (uso de documento falso), 347 (fraude processual) e 337-L, inciso V (fraude em contrato), todos do Código Penal; art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; art. 10, VI e XII, e art. 11, I (improbidade administrativa), combinados com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

19) DANILO BERNDT TRENTO – Sócio da empresa Primarcial Holding e Participações Ltda e diretor de relações institucionais da Precisa – 337- L, inciso V (fraude em contrato) do Código Penal; art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; art. 10, XII, e art. 11, I (improbidade administrativa), combinados com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

20) MARCOS TOLENTINO DA SILVA – Advogado e sócio oculto da empresa FIB Bank – art. 337-L, inciso V (fraude em contrato), combinado com art. 29, ambos do Código Penal; art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; e art. 10, XII, e art. 11, I (improbidade administrativa), combinados com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

21) RICARDO JOSÉ MAGALHÃES BARROS – Deputado Federal – art. 286 (incitação ao crime) e art. 321 (advocacia administrativa), ambos do Código Penal; art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; e art. 10, XII (improbidade administrativa) da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992; 1063

22) FLÁVIO BOLSONARO – Senador da República – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

23) EDUARDO BOLSONARO – Deputado Federal – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

24) BIA KICIS – Deputada Federal – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

25) CARLA ZAMBELLI – Deputada Federal – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

26) CARLOS BOLSONARO – Vereador da cidade do Rio de Janeiro – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

27) OSMAR GASPARINI TERRA – Deputado Federal – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte), e art. 286 (incitação ao crime), ambos do Código Penal;

28) FÁBIO WAJNGARTEN – ex-chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) do governo federal – art. 319 (prevaricação) e art. 321 (advocacia administrativa), ambos do Código Penal;

29) NISE HITOMI YAMAGUCHI – Médica participante do gabinete paralelo – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte), do Código Penal; 1064

30) ARTHUR WEINTRAUB – ex-assessor da Presidência da República e participante do gabinete paralelo – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte), do Código Penal;
31) CARLOS WIZARD MARTINS – Empresário e e participante do gabinete paralelo – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte); e art. 286 (incitação ao crime), ambos do Código Penal;

32) PAOLO MARINHO DE ANDRADE ZANOTTO – biólogo e e participante do gabinete paralelo – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte), do Código Penal;

33) LUCIANO DIAS AZEVEDO – Médico e e participante do gabinete paralelo – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte) do Código Penal;

34) MAURO LUIZ DE BRITO RIBEIRO – Presidente do Conselho Federal de Medicina – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte) do Código Penal;

35) WALTER SOUZA BRAGA NETTO – Ministro da Defesa e Ex-Ministro Chefe da Casa Civil – art. 267, § 1º (epidemia com resultado morte) do Código Penal;

36) ALLAN LOPES DOS SANTOS – Blogueiro suspeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

37) PAULO DE OLIVEIRA ENEAS – Editor do site bolsonarista Crítica Nacional suspeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal; 1065

38) LUCIANO HANG – Empresário suspeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

39) OTÁVIO OSCAR FAKHOURY – Empresário suspeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

40) BERNARDO KUSTER – Diretor do Jornal Brasil Sem medo, suspeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

41) OSWALDO EUSTÁQUIO – Blogueiro suspeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

42) RICHARDS POZZER – Artista gráfico supeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

43) LEANDRO RUSCHEL – Jornalista suspeito de disseminar fake news – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

44) CARLOS JORDY – Deputado Federal – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

45) FILIPE G. MARTINS – Assessor Especial para Assuntos Internacionais do Presidente da República – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

46) TÉCIO ARNAUD TOMAZ – Assessor especial da Presidência da República – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal; 1066

47) ROBERTO GOIDANICH – Ex-presidente da FUNAG – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

48) ROBERTO JEFFERSON – Político suspeito de disseminar fake News – art. 286 (incitação ao crime) do Código Penal;

49) RAIMUNDO NONATO BRASIL – Sócio da empresa VTCLog – art. 333, caput (corrupção ativa) do Código Penal; e art. art. 11, I (improbidade administrativa), combinado com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

50) ANDREIA DA SILVA LIMA – Diretora-executiva da empresa VTCLog – art. 333, caput (corrupção ativa) do Código Penal; e art. 11, I (improbidade administrativa), combinado com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

51) CARLOS ALBERTO DE SÁ – Sócio da empresa VTCLog – art. 333, caput (corrupção ativa) do Código Penal; e art. 11, I (improbidade administrativa), combinado com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

52) TERESA CRISTINA REIS DE SÁ – Sócio da empresa VTCLog – art. 333, caput (corrupção ativa) do Código Penal; e art. 11, I (improbidade administrativa), combinado com art. 3º, todos da Lei 8.429, de 2 de junho de 1992;

53) JOSÉ RICARDO SANTANA – Ex-secretário da Anvisa – art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; 1067 54) MARCONNY NUNES RIBEIRO ALBERNAZ DE FARIA – Lobista – art. 2º, caput (formação de organização criminosa) da Lei nº 12.850, de 2013; 55) DANIELLA DE AGUIAR MOREIRA DA SILVA – Médica da Prevent Senior – art. 121, caput, combinado com os arts. 13, § 2º, alínea b, e 14, todos do Código Penal;

56) PEDRO BENEDITO BATISTA JÚNIOR – Diretor-executivo da Prevent Senior – arts. 132 (perigo para a vida ou saúde de outrem), 269 (omissão de notificação de doença) e 299, caput (falsidade ideológica), todos do Código Penal; e art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002); 57) PAOLA WERNECK – Médica da Prevent Senior – art. 132 (perigo para a vida ou saúde de outrem) do Código Penal;

58) CARLA GUERRA – Médica da Prevent Senior – art. 132 (perigo para a vida ou saúde de outrem) do Código Penal; e art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002);

59) RODRIGO ESPER – Médico da Prevent Senior – art. 132 (perigo para a vida ou saúde de outrem) do Código Penal; e art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002);

60) FERNANDO OIKAWA – Médico da Prevent Senior – art. 132 (perigo para a vida ou saúde de outrem) do Código Penal; e art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002); 1068

61) DANIEL GARRIDO BAENA – Médico da Prevent Senior -art. 299, caput (falsidade ideológica) do Código Penal; 62) JOÃO PAULO F. BARROS – Médico da Prevent Senior -art. 299, caput (falsidade ideológica) do Código Penal;

63) FERNANDA DE OLIVEIRA IGARASHI – Médica da Prevent Senior – art. 299, caput (falsidade ideológica) do Código Penal;

64) FERNANDO PARRILLO – Dono da Prevent Senior – arts. 132 (perigo para a vida ou saúde de outrem), 269 (omissão de notificação de doença) e 299, caput (falsidade ideológica), todos do Código Penal; e art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002);

65) EDUARDO PARRILLO – Dono da Prevent Senior – arts. 132 (perigo para a vida ou saúde de outrem), 269 (omissão de notificação de doença) e 299, caput (falsidade ideológica), todos do Código Penal; e art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002);

66) FLÁVIO ADSUARA CADEGIANI – Médico que fez estudo com proxalutamida – art. 7º, k (crime contra a humanidade) do Tratado de Roma (Decreto 4.388, de 2002); 67) PRECISA COMERCIALIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS LTDA. – art. 5º, IV, d (ato lesivo à administração pública) da Lei 12.846, de 1º de agosto de 2013; 68)

67) PRECISA COMERCIALIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS LTDA. – art. 5º, IV, d (ato lesivo à administração pública) da Lei 12.846, de 1º de agosto de 2013;

68) VTC OPERADORA LOGÍSTICA LTDA – VTCLog – art. 5º, IV, d (ato lesivo à administração pública) da Lei 12.846, de 1º de agosto de 2013.

out
21

Postado em 21-10-2021 00:41

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 21-10-2021 00:41



 

 Bruno Aziz,  em

 

out
21

Postado em 21-10-2021 00:39

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 21-10-2021 00:39

DO CORREIO BRAZILIENSE

Conhecida por histórias de protagonismo feminino a autora foi a a primeira mulher moçambicana a publicar um romance

CB
Correio Braziliense
 

A moçambicana Paulina Chiziane palestrou na 1ª Bienal do Livro e da Leitura de Brasília - (crédito: Oswaldo Reis/Esp. CB/D.A Press)

A moçambicana Paulina Chiziane palestrou na 1ª Bienal do Livro e da Leitura de Brasília – (crédito: Oswaldo Reis/Esp. CB/D.A Press)

Paulina Chiziane, escritora moçambicana, é a escolhida como vencedora do 33º Prêmio Luís de Camões. Conhecida por dar papel central a figura da mulher africana em seus livros e por obras como Niketche: uma história de poligamia, publicada no Brasil, a autora é a primeira mulher africana a ser laureada com essa que é uma das principais honrarias da literatura em língua portuguesa.

A escritora não é apenas pioneira no prêmio, ela é um marco para o próprio país já que foi a primeira mulher moçambicana a publicar um romance na história, com o livro Balada de amor ao vento de 1990, porém nunca editado no Brasil.

O principal foco da autora é a mulher africana, dando protagonismo e voz a histórias de personagens como a própria Rami, do livro Niketche, uma mulher que descobre que o marido mantém relacionamento com várias amantes e opta por conhecer cada uma delas. Outros trabalhos conhecidos da autora são O alegre canto da perdiz, também publicado no Brasil; Ventos do apocalipse; e o ensaio Eu, mulher… Por uma nova visão de mundo.

Paulina foi escolhida por um júri composto por 6 membros, sendo dois brasileiros, dois portugueses e dois que fazem parte dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOPS). Os representantes do Brasil foram orge Alves de Lima e Raul Cesar Gouveia Fernandes, o restante da comissão julgadora foi composta pelos portugueses Carlos Mendes de Souza, Ana Maria Martinho; por Tony Tcheka, de Guiné-Bissau e Teresa Manjate, de Moçambique.

O prêmio que chega a 33ª edição é uma parceria entre Brasil e Portugal e dá € 100 mil para o vencedor. Este é considerado o principal prêmio da literatura em língua portuguesa e teve vencedores do cacife de José Saramago, Jorge Amado e Mia Couto. Paulina sucede o professor português Vítor Aguiar e Silva, e segue a tradição de variar o prêmio entre Brasil, Portugal e os chamados PALOPS.

O último brasileiro a vencer o prêmio foi Chico Buarque em 2019, escolha que se tornou tópico de discussão após o presidente Jair Messias Bolsonaro se recusar a assinar o diploma de atribuição.

  • Arquivos

  • outubro 2021
    S T Q Q S S D
    « set    
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031